BIM

bim_illustration
BIM (Building Information Modeling)

Porque BIM?

 
 

Em períodos de instabilidade econômica, o impulso é de poupar recursos, porém investir em novas tecnologias pode ser o diferencial competitivo. Os benefícios que traz uma nova tecnologia, como por exemplo, ter precisão no cálculo de mão de obra e materiais, impactam positivamente na produtividade.

   

Mas como garantir que o investimento vai ter o retorno esperado?

Na construção civil, BIM está revolucionado a condução dos projetos, por que facilita a comunicação e o entendimento entre os diversos profissionais envolvidos.

Porém, implantar BIM não é uma tarefa simples, porque muito mais do que uma nova tecnologia, ele representa uma metodologia de colaboração multidisciplinar, que altera os processos de trabalho individual para a processos compartilhados.

 
 

Como implantar BIM?

 

Cathy Palmer, gerente sênior de marketing da Autodesk, fabricante do Revit (Software BIM), apresenta 10 passos para utilizar o BIM com sucesso:

 

Primeiro passo: Conheça o BIM. Defina as pessoas na empresa que serão responsáveis por gerenciar o processo de implantação de BIM. Elas devem saber como a metodologia afetará o trabalho da equipe.

Segundo passo: Comunique a mudança para a sua equipe. O envolvimento de líderes da empresa é muito importante no momento de transição, para incentivar a implantação do BIM e indicar aos colaboradores, que a empresa optou pela mudança por acompanhar as tendências na área da construção, a partir de uma metodologia que está sendo adotada globalmente.

Terceiro passo: Forneça novas estruturas aos usuários para que tenham uma boa performance. BIM não é apenas software, é um processo colaborativo baseado em modelos 3D. Porém, é preciso ter softwares e hardwares que tenham um bom processamento para que o sistema flua com eficiência.

Quarto passo: Desenvolva um plano de gestão de mudança. Deve documentar como os fluxos de trabalho serão alterados, verificar a necessidade de treinamento da equipe e fornecer apoio para possíveis dúvidas e dificuldades no decorrer do processo.

Quinto passo: Inicie com um projeto piloto. Ao invés de fazer vários projetos pequenos, comece com um projeto piloto de grande porte. Os resultados tendem a ser mais eficientes e com aprendizado constante. O conhecimento adquirido poderá ser utilizado nos demais projetos.

Sexto passo: Durante a execução do projeto piloto, documente todos os processos de BIM. Evite criar normas, as ideias e o aprendizado vão evoluir à medida que o processo colaborativo for aplicado.

Sétimo passo: Incentive os colaboradores que demonstram interesse pelo uso do BIM. Algumas pessoas vão mostrar mais animadas pelo novo processo — procure incluí-las no projeto piloto, ofereça apoio adicional a equipe para auxiliar os que necessitam de maior acompanhamento na execução do processo.

Oitavo passo:  Faça a transição para BIM em etapas. Um erro comum é treinar toda a empresa de uma só vez, estenda o processo ao longo de um ou dois anos. As pessoas tendem a esquecer o aprendizado de treinamento, o processo será melhor fixado na prática.

Nono passo: Compartilhe seus modelos com outras empresas, de forma a divulgar os benefícios de BIM. As empresas que adotaram BIM, acham que compartilhar modelos aceleram o processo de coordenação,  permitindo um novo nível de colaboração.

Décimo passo: Procure expandir seu potencial e inovar com BIM. Amplie suas competências e habilidades de análise de um projeto de construção. Explore intensivamente os recursos de BIM para que possa oferecer projetos de valor e conquistar mais e mais clientes. Divulgue os benefícios conquistados com BIM, em oferecer um gerenciamento eficaz de projetos e construção.

 
 

Conheça alguns Softwares

 
 
 
 
 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

ASBEA. Guia de Boas Práticas em BIM – Fascículo I – Estruturação do escritório de projeto para a implantação do BIM. Disponível em: https://www.dropbox.com/s/0z730oa652wc6cv/Guia_Bim_AsBEA.pdf. Acesso em: abr/2015.

ASBEA. Guia de Boas Práticas em BIM – Fascículo II – Fluxo de projetos em BIM: planejamento e execução. Disponível em: http://www.asbea.org.br/download/Guia_Bim_AsBEA_Fasciculo_2.pdf. Acesso em: dez/2015.

CAMPESTRINI, T. F. et al. Entendendo BIM: uma visão do projeto de construção sob o foco da informação. Disponível em:  http://media.wix.com/ugd/226894_3fc5d869143f4e1282e3e2c2c279871e.pdf. Acesso em: nov/2015.